Mensagens

P.E.C. N.º 400: Réquiem pelos slaloms...

 =  1  = 

Há duas semanas cumpriu-se em Castelo Branco a segunda ronda do Campeonato Nacional de Ralis de 2017.

Fértil em emoções e generoso nos animados despiques dentro de todas as categorias em prova, o evento beirão soube uma vez mais assumir-se como ótima jornada de promoção para a modalidade.

Trabalha-se bem e com gosto naquelas paragens.

Disso dão conta, aliás, os encómios provindos de diversos quadrantes que a prova da Escuderia Castelo Branco tem colhido nos últimos anos.

O grande desafio que nesta altura talvez se coloque à entidade organizadora do Rali é saber reinventar-se nas próximas temporadas, de molde a que o evento não se repita em si mesmo, disputado sempre nas mesmas estradas, várias delas, em diversos dos seus segmentos, a nosso ver demasiado rápidas e obrigando a pouca condução, com os motores dos carros em rotação esgotada segundos a fio.

Fora esse reparo, na capital da Beira Baixa desde 2014 têm sido produzidos Ralis desportivamente muito interessantes e com elevados…

P.E.C. Nº 399: As palavras que nunca nos dirão...

P.E.C. Nº 398: Diz que é uma espécie de reconhecimentos...

P.E.C. Nº 397: "Os melhores do mundo" e arredores...

P.E.C. Nº 396: Segurança nos Ralis portugueses. Matéria tabu?

P.E.C. Nº 395: Yaris-Matti Latvala