P.E.C. Nº 42: Os diamantes são eternos; Adruzilo Lopes, também!



Parco em palavras.

Introvertido.

Assumidamente timido.

Publicamente reservado.

Vários são os adjectivos de que nos podemos socorrer para caracterizar Adruzilo Lopes.

O piloto de Regilde não parece ser uma pessoa de verbo fácil.

Há todavia momentos em que se exprime com grande fluência e de forma natural: através de 'linguagem gestual', com um volante nas mãos, claro está.

Lopes, quase no dealbar dos cinquenta anos de idade, é o 'último dos moicanos' da geração de ouro que fez Ralis na década de noventa.



A idade e a experiência foram-lhe refinando a condução.

Os reflexos permanecem especialmente aguçados.

A capacidade de perceber o funcionamento dos carros de competição bem como a melhor forma de extrair deles todo o potencial, continua intacta.

Não nos parece que Adruzilo seja o tipo de piloto que preencha o ego a olhar para estatísticas e palmarés.

Não será, também, o género de profissional que deseje reforma antecipada: trabalhará até que o possa fazer.



É um homem que há mais de 20 anos vive (d)a competição.

É esse o oxigénio que o alimenta e lhe dá razão de ser.

Adruzilo é alguém que não olha para trás à procura de um tempo que já não volta.

É um pragmático, não um saudosista.

O seu modo de estar não se compagina no passado; projecta-se no futuro.

As suas recordações são o troço anterior.

O maior desafio da sua carreira é a curva seguinte.

Como dissemos, Lopes é contido nas suas frases.

Mas para quem continua a ver a excelência da sua condução nos troços portugueses - que fazem dele, ainda e sempre, sem favor, um dos melhores pilotos nacionais de Ralis da actualidade - sabe bem que há contrabrecagens que valem mais que mil palavras!




DADOS PESSOAIS:

NOME: Adruzilo Pinto Lopes.
DATA DE NASCIMENTO: 18 de Outubro de 1962.
NATURALIDADE: Regilde, Felgueiras.
RESIDÊNCIA ACTUAL: Renault Clio R3.

PALMARÉS:

- 3 títulos de campeão nacional absoltuto [1997; 1998; 2001].
- 4 títulos de F2 [1996; 1997; 1998; 2010].
- 2 títulos do agrupamento de produção [2008; 2009].
- 21 vitórias à geral.
- Vencedor do Troféu Citroen AX [1992 e 1993].
- Vice-Campeão da Europa de Ralis [2001].
- Vencedor da Zona Oeste do Campeonato Europeu de Ralis [2001].


As fotos exibidas no presente trabalho foram colhidas em:
- http://forum.kooora.com/f.aspx?t=17186265
- http://speedsin.com/sportmotores/viewtopic.php?f=8&t=2317&start=15

Comentários

  1. Há um erro na presente PEC: "RESIDÊNCIA ACTUAL: Renault Clio R3"

    Pergunto-me se o homem vive dentro de 4 latas?! xD

    ResponderEliminar
  2. A expressão foi utilizada em sentido figurado. Adruzilo tem uma paixão de tal forma intensa pelos Ralis que quase faz do Clio a sua residência predilecta...

    ResponderEliminar
  3. óptimo artigo. O Adruzilo sempre foi uma referência do panorama nacional de ralis, desde o Corolla Gr, Mazda 323, o ZX, 306, 206... enfim. A conquista do 3º título nacional (com aquelas ordens de equipa ao Campos), que foram a saída da Peugeot foi talvez o início do período mais cinzento... até existiu uma altura que referiu sair para dedicar-se ao TT, e depois foi para a copa Subaru Espanha. O regresso com a ARC foi em grande, e o título com o obsoleto Spec C, na frente dos "EVO"luídos, foi muito positivo. Faltou apenas referir os dotes de actor, com a presença no filme - como ADUZER no 100Volta.
    http://www.youtube.com/watch?v=I5d6F-x4ZXQ

    ResponderEliminar
  4. Caro Quim! Muitos nos honra a sua intervenção neste blogue. Estavamos precisamente para fazer alusão ao 'Aduzer' neste trabalho, mas como no Youtube as imagens estão indisponíveis por questões que se prendem com direitos de autor, optamos por não referir a participação do 'Zilo' no 100 volta. Confessamos que se há algo onde não imaginavamos o Adruzilo era sucumbir aos encantos da 7ª arte, mas teve uma prestação notável que, segundo o próprio, poderá vir a ter continuidade. Em todo o caso, contuinuidade vão ter certamente títulos e vitórias...

    ResponderEliminar
  5. Concordo plemamente na descriçao de Adruzilo....

    ResponderEliminar

Enviar um comentário