P.E.C. Nº 78: Prof. Dr. Fernando Peres...



Embora participem intensamente nos Ralis, neles investindo muito do seu tempo, os pilotos têm vida além das classificativas.

Não é hábito as nossas estações de televisão, sobretudo a de cariz público, ir mais além que o mero [os críticos acrescentariam: ...e estritamente indispensável...] conteúdo noticioso dos Ralis, focado quase em exclusivo nas incidências e resultados de cada prova.

Nem sempre foi assim.

Nos tempos áureos, o Rali de Portugal lograva a cada edição conquistar bastante tempo de antena.

A cobertura televisiva era ampla: a RTP colocava em campo um conjunto considerável de meios para que o espetador não perdesse pitada sobre o desenrolar do evento.

A estação pública, arriscamos afirmá-lo, tinha no Rali um dos momentos televisivos do ano, nele fazendo uma aposta forte num serviço de qualidade.

À época, era frequente sermos brindados em casa com reportagens como aquela que mostramos de seguida, até porque havia a notória intenção de, em discurso direto, dar voz e ênfase aos protagonistas.

Fernando Peres, tricampeão nacional de Ralis [94, 95 e 96], era em 1997 um dos mais altos nomes no firmamento dos Ralis em Portugal, mercê de uma carreira construída a pulso e de forma sustentada a partir do agrupamento de produção [campeão em 1991 e 1992 e, mais tarde, em 2004 e 2005], com passagem também pelos circuitos fechados nas corridas de velocidade.

Havia, contudo, 'outro Peres' além do talentoso piloto de Ralis: alguém exigente consigo próprio, metódico e disciplinado, que se afirmava academicamente e partilhava o seu saber, colocando também em prática as suas competências na exigente bacquet... de médico-ortodontista!

Além da destreza ao volante, a perícia e precisão manual de Fernando estendia-se de igual forma à meticulosa tarefa de corrigir irregularidades dento-faciais.

A abnegação viria a ser o caderno de notas que guiou a sua forma de estar na competição.

A verticalidade colocada em cada Rali que disputou, viria a nortear a sua carreira.

Ainda hoje, quando participa ocasionalmente em algumas provas, quase arriscaríamos antecipar que Peres parte para cada classificativa disposto, como antes, a dar o seu melhor superando a concorrência.

Em mente, sempre os adversários: não tanto através da expressão 'olho por olho', mas quem sabe, atento o que escrevemos atrás, focado na máxima 'DENTE por DENTE'!...


A FOTO PUBLICADA NO PRESENTE TRABALHO FOI OBTIDA EM:
- http://www.ralisasul.com/forum/viewtopic.php?f=13&t=1449&start=26

Comentários