P.E.C. Nº 108: El Molar...


Há imagens que identificam um Rali sem necessidade de legendas, descrições ou comentários.

Uma fotografia ou filme captado no Confurco, Cruzamento da Pena ou Salto da Pedra Sentada, torna-se por si só um bilhete-postal revelador do antigo Rali de Portugal.

O mesmo se verifica, por exemplo, quando visionamos imagens do Sisteron, Col du Turini ou Burzet, relativamente ao Rali de Monte Carlo.


Rali da Catalunha leva vinte anos integrado nas provas que compõem o campeonato do mundo da disciplina.

Naqueles dias, em 1991, Carlos Sainz, campeão do mundo em título, granjeava uma popularidade sem precedentes no país vizinho, fruto da sua rapidez, determinação e ética profissional.

O madrileno era ao tempo, a par da peseta, da língua castelhana e do Rei de Espanha, um verdadeiro fator de unidade em terras de nuestros hermanos, pairando o entusiasmo em seu redor acima de interesses ou rivalidades regionais.


Espanha necessitava de potenciar o fervor em torno do seu astro do volante, albergando uma das etapas do campeonato do mundo de Ralis.

E foi nesse contexto que, de uma forma quase natural, os velhinhos Rallye Costa Brava e Rallye Catalunya se fundiram, metamorfoseando-se no emblema de toda uma região [mais que do próprio país, parece-nos] ao renascerem simplesmente como Rali da Catalunha.

Os críticos dizem que a etapa espanhola do mundial de Ralis é assética e tem pouca alma, mostrando-se algo inexpressiva e isenta de traços distintivos que a identifiquem em especial.


Porém, nos últimos anos, a prova catalã foi revelando ao mundo o gancho de El Molar [coordenadas GPS41°9'58.79"N - 0°42'18.24"E], que se afirmou como uma espécie de foto oficial do evento tornando-se alvo predileto de adeptos e fotógrafos.

Num Rali repleto de zonas médias-rápidas e com poucos encadeados de curvas lentas, um gancho muito apertado com recurso ao travão de mão ganhou contornos de exceção e por essa via adquiriu notoriedade.

À saída da curva à direita em causa, existe uma reta com várias centenas de metros onde só há [e conta] a potência pura.

É, no fundo, uma prova de esforço exigente que permite aos adeptos, ao vivo e em tempo real, monitorizar um admirável eletrocardiograma à saúde cardíaca dos carros.


FOTO GOOGLE EARTH:


FOTO GOOGLE STREET VIEW:







AS FOTOS PUBLICADAS NO PRESENTE TRABALHO FORAM OBTIDAS EM:
- http://www.rallybuzz.com/llovera-crash-rally-catalunya-09/
- http://www.panoramio.com/photo/44701508 
- http://www.maxrally.com/galleries/entry/rallye_catalunya_despagna_2011_-_mckleins_top_10/#/images/galleries/111024_spain_top10/87050
_Loeb12Spain2011rk314.JPG
- speedsin.com/sportmotores/viewtopic.php?f=8&t=3704
- http://www.mark2motorsport.com/ssuk/report_2009_catalunya.html

Comentários