P.E.C. Nº 282: Dez anos é muito tempo. Muitos dias, muitas horas... sem guiar!


A realização de entrevistas de fundo a destacados intervenientes dos Ralis, é um dos objetivos centrais a que nos propusemos desde o início de atividade deste blogue.

Não fazendo da escrita modo de vida e havendo necessidade, em paralelo, de investir tempo no nosso núcleo familiar, tem-nos faltado, portanto, disponibilidade para encetar conversas alargadas com os grandes protagonistas deste desporto.

Sempre nos pareceu fazer sentido que o ciclo de entrevistas publicadas em Zona-Espectáculo começasse precisamente com o piloto que em Portugal melhor incorpora a noção de… espetáculo, e foi nesse propósito que logo em 2010 abordámos José Carlos Macedo para o efeito.

Por motivos diversos não foi possível na altura realizar a entrevista que idealizámos, a mesma ficou suspensa a aguardar melhor oportunidade, e já no decurso do corrente ano retomámos o projeto voltando a estabelecer contacto com o antigo e saudoso piloto de velocidade e Ralis.

Chegou a estar mais ou menos agendada reunião para o efeito na primeira quinzena de setembro passado, fizemos inclusive uma série de recolha documental e trabalho preparatório para levar à conversa, mas gorou-se de novo o nosso intento que continua, desta forma, a aguardar futura concretização.

Na mente tínhamos em síntese, caro leitor, proporcionar-lhe no dia em que se assinalam precisamente dez anos sobre a última presença de ‘Nini’ Macedo nas classificativas nacionais (a data em que esta ‘P.E.C’ é publicada), uma revisitação aprofundada e em discurso direto sobre o seu percurso de muitos anos nesta modalidade, bem como a respetiva opinião sobre o momento (atual e futuro) dos Ralis em Portugal.

escrevemos neste blogue sobre a idiossincrasia muito própria do homem que durante anos esteve ao serviço da Renault, colocada em prática através de um estilo de condução inconfundível e arrebatador que o elevou a um estatuto ímpar na história deste desporto no nosso país, sendo citado com grande frequência dentro da atual geração de pilotos como um modelo e referência a seguir.

Fiel a um estilo de enorme combatividade em toda e qualquer circunstância, o lugar (de grande destaque) que volvidos dez anos a história lhe reserva é, além da extraordinária rapidez, a inabalável coerência com os seus próprios princípios: dar o máximo (ou até um pouco mais que isso) do primeiro ao último metro de cada prova, independentemente de adversários e classificações.

Para o adepto presente na classificativa, os carros de Macedo sempre encheram visualmente mais a estrada que os dos seus adversários diretos, pela simples razão que aproveitar toda a largura do troço e andar (bem) de lado é paradoxalmente, neste género de pilotos, condição indispensável para andar (rápido) para a frente.

Foi nessa velocidade furiosa que construiu a sua lenda.

Foi com a capacidade de criar ilusão ao espetador, fazendo sempre parecer que os automóveis sob sua alçada tinham mais potência que a que o banco de ensaios registava, que construiu um relação de enorme cumplicidade com os aficionados, laços e memórias que, aliás, ainda hoje perduram com manifesta regularidade nos fóruns de debate e análise sobre Ralis.

Após a tomada de tempos final do Rali Iduna Dão Lafões disputado no final de outubro de 2004, prova que Macedo, acompanhado pelo inevitável Miguel Borges, concluiria no 14.º lugar aos comandos do Skoda Fabia TDI, encerrou-se simbolicamente um ciclo de uma certa hiperatividade nos Ralis nacionais que o bracarense interpretava melhor que ninguém.

Nos últimos dez anos paira menos pó no ar das especiais em terra deste país.

Cada curva dos troços em alcatrão está agora riscada ao de leve, quando antes foi intensamente marcada por traços largos e profundos provindos do travar, patinar e derrapar dos bólides ao serviço de ‘Nini’.

Uma década, também, em que a modalidade enterrou o machado de guerra relativamente ao clima de guerrilha permanente que McCedo foi mantendo com as bermas das classificativas que percorreu no seu percurso desportivo…

«»«»«»«»«»   «»«»«»«»«»   «»«»«»«»«»


A FOTO PRESENTE NESTE TRABALHO FOI OBTIDA EM:
- http://1.bp.blogspot.com/_Ft7TgGoxwak/S_ZmJbIPg3I/AAAAAAAAHqs/P7S2VXBn6Bs/s640/1999-JosCarlosMacedo--MiguelBorges-.jpg

Comentários