sexta-feira, 9 de outubro de 2015

P.E.C. Nº 319: Rali de Mortágua/2015, 'Rigueiras 1'


A primeira passagem por Rigueiras correspondeu, cronologicamente, ao terceiro troço do último Rali de Mortágua. 

À exceção dos primeiros quilómetros, os percorridos desde o início da especial até muito perto dos portões de entrada no aeródromo da citada vila (local onde foi edificado o parque de assistência da prova), e já conhecidos de anteriores versões de ‘Mortágua’ quando o Rali de Portugal adotou aquelas paragens para integrarem o seu figurino, todo o resto do percurso não havia antes sido utilizado em competições de Ralis, pelo menos em eventos integrados em campeonatos de dimensão nacional.

Rigueiras é, no seu conjunto, uma classificativa bem interessante, alternando zonas rápidas e quase sempre estreitas com diversos ganchos apertados, impondo variações de ritmo que obrigam a muita condução dos pilotos e mecânica versátil aos bólides. 

Ainda assim, na sua ambiência, trata-se de uma especial com influência vincadamente mortáguense, percorrida em eucaliptais entre subidas e descidas. 

Pequena na sua extensão, bem se pode dizer que Rigueiras é uma classificativa de bolso, daquelas que qualquer organização pode sacar de repente para ajudar a desenhar uma prova com coerência, facto tão ou mais evidente quando se sabe que da assistência ao início deste troço não distam mais de quatro quilómetros e quinhentos metros, e da tomada de tempos final até o regresso à zona de descanso dos carros umas meras centenas de metros.

<><><> <><><> <><><> <><><> <><><> <><><> <><><>

 PEDRO MEIRELES + MÁRIO CASTRO  - Skoda Fabia R5

 JOSÉ PEDRO FONTES + MIGUEL RAMALHO  - Citroen DS3 R5

 RICARDO MOURA + ANTÓNIO COSTA  - Ford Fiesta R5

 JOÃO BARROS + JORGE HENRIQUES  - Ford Fiesta R5

A FOTO PRESENTE NESTE TRABALHO FOI OBTIDA EM:
- http://www.pressxlnews.com/wp-content/uploads/2015/09/i-LcQzvtF-L.jpg

Sem comentários:

Enviar um comentário