domingo, 25 de setembro de 2016

P.E.C. Nº 375: Rali de Mortágua/2016, 'Rigueiras 2'


O ambiente era informal. 

A rodear-nos, além de alguns adeptos conhecedores da modalidade, um bom número de pessoas oriundas das populações locais, gentes que fazem de um Rali um acontecimento anual importante dentro da vida coletiva daquelas comunidades. 

Perto de nós um grupo de meia-dúzia de cinquentões fazia a festa. 

Os bitaites sobre Ralis, convenientemente, claro está, bem sonoros para todos ouvirem neste segmento do troço de Rigueiras, iam dando conta de visível (ou audível…) sabedoria em assuntos da modalidade. 

Ficou-nos na memória uma frase lapidar, dita com a convicção de quem domina na perfeição os meandros técnicos destes carros de competição: “ainda bem que há esta parte de asfalto neste troço, porque assim os pilotos podem aproveitar para limpar os pneus”

Caro leitor anote, então, os cuidados de higiene ao nível da sola dos sapatos dos bólides como vetor fundamental para se fazer Ralis com bons índices de competitividade, algo que, desconfiamos, Rui Francisco Soares ou Abel Fernandes, entre outros, nem sequer imaginavam...








Sem comentários:

Enviar um comentário